A História da Casa do Caminho

Carlos Alberto Nogueira fundou a Casa do Caminho em 1982, com ajuda de cinco amigos, todos trabalhavam distribuindo comida e ajudando pessoas que viviam na rua. A ideia deles era criar uma casa para sem-abrigo, numa área verde e tranquila longe da vida do centro urbano. O grupo escolho um lugar escondido entre as montanas com vista na Manta Atlântica, para iniciar o projeto.

Nos primeiros cinco anos do projeto, o grupo original viveu entre homens e mulheres alcoólatras e com deficiências, além de crianças, formando uma comunidade única, residente em construções primitivas sem eletricidade. A área em redor de Casa do Caminho era extremadamente subdesenvolvida e não havia escola pública disponíveis para as crianças que lá residiam. Dessa forma, no primeiro ano de sua fundação, uma escola foi construída.

Só durante os anos 90, os objetivos de Casa do Caminho mudaram e se passou a priorizar projetos direcionados para as crianças e adolescentes em risco.

Nestes últimos anos, a organização chegou a ter três casas, destinadas para as crianças e adolescentes residentes, com um equipe de educadores, cozinheiros, pedagogos, psicólogos, equipo administrativo y voluntários brasileiros e internacionais.

A política sobre os abrigos de crianças e orfanatos está mudando radicalmente, Hoje as três casas do abrigo foram fechadas e o projeto de abrigo chegou a seu fim.

Casa do Caminho tem planos de se adaptar a essas mudanças, mas não tem planos de mudar os seus objetivos relativamente aos problemas sociais que continuam visivelmente na comunidade.